Skip to content

Categories:

FPTP – DISSE NEGO

A FPTP VOTOU CONTRA A PROPOSTA DA ASSEMBLEIA DA CBTP

 

Federação Paulista de Tiro Prático

Diligentia, Vis, Celeritas

GESTÃO 2009 / 2010

AÇÃO E RESPONSABILIDADE

Na dianteira, liderando a Defesa do Esporte, dos Desportistas e dos Clubes de Tiro 

Final de outubro, início de novembro de 2009, estampado na bandeira da Paraíba o NEGO histórico de João Pessoa que cedeu o seu nome a bela Capital do Estado. Desenrola-se o XXII Campeonato Brasileiro de Tiro Prático. Na calada da noite, findo o primeiro dia onde os competidores mediram suas perfomances, acontece a Assembléia da CBTP. Na pauta, a mudança das regras da competição. O objetivo? aprovar igualdade de condições entre os competidores que haviam adquirido munição nova da CBC, que não atingia o fator no cronográfo, com os demais competidores que competiam com suas próprias munições, esses sim obrigados a passar no cronógrado e atingir o fator do regulamento. 

Contra a mudança das regras no meio da competição e a adoção de procedimento incompatível com as regras do IPSC e com a ética esportiva, bateram-se valentemente o Sérgio da CBTP e o Roberto Saldanha da FPTP. Perderam, a maioria prevaleceu democraticamente, foram 17 votos a favor da exdrúxula proposta da CBTP e 1 (um) voto contra, justamente o da FPTP – Federação Paulista de Tiro Prático. Leia: A LUTA PELO DIREITO AO TIRO PRÁTICO clique: http://www.atirar.web.br.com/editoriais/odilon.pdf

 

 Calendário da FPTP clique:

 

INFORME-SE.