Skip to content

Categories:

OBJETIVOS DA FPTP

  

“Diligentia, Vis Celeritas”

Ação e Responsabilidade  -  2009/2010

Objetivo

I – Ampliar avanços Políticos e Técnicos

1 – Fortalecer os ganhos políticos e técnicos resulantes do reconhecimento da FPTP como legítima representante do TIRO PRÀTICO no Estado de São Paulo e Líder do Esporte a nível Nacional

2 – Aperfeiçoar os veículos e mecanismos de comunicações: SITE da FPTP, informes eletrônicos, Seminários Online, Enquetes, recebimento de informações, acesso ao site, mídia especializada e leiga, orgãos públicos e políticos

3 – Manter e Fortalecer a FPTP, buscando mecanismos de intercambio com outras Federações e Confederações Nacionais e Internacionais 

II -  Aperfeiçoar mecanismos de participação e implementação de políticas de defesa do esporte do Tiro, dos Clubes e da melhoria das condições dos esportistas, aquisição de equipamentos e insumos

1 – Posicionar-se oficialmente em matérias de interesse coletivo do esporte do tiro

2 – Garantir a presença institucional na discussão dos grandes temas Nacionais de interesse do esporte do tiro

3 – Fortalecer parcerias Nacionais e Internacionais que aumentem a presença da FPTP na defesa do IPSC – Tiro Prático e dos esportistas do Tiro

III – Ampliar mecanismos de fortalecimento associativo e de articulação com os Clubes e outras Federações

1 – Reconhecer a situação, atuação e as  condições atualmente existentes na prática do Tiro Esportivo no Estado de São Paulo e no País

2 – Buscar ativamente a ampliação do quadro associativo da FPTP e dos CLUBES FILIADOS, estimulando o aumento de seus quadros e competidores e a formação de equipes

3 – Estimular a compatibilização dos quadros associativos de filiação mútua CLUBES e FPTP com convênios de anuidades vinculadas

4 – Articular ações com os Clubes Filiados e com outras Federações e com a CBTP

5 – Partilhar os meios de comunicação da FPTP com os Clubes e outras Federações, abrindo espaços para divulgação de atividades e eventos de interesse Nacional, Estadual ou Regional e/ou facilitando links entre sistes

6 – Apoiar as atividades de identificação de Talentos e formação de competidores e Campeões, organizadas ou promovidas pelos CLUBES e outras Federações, com a participação ativa da estrutura Técnica, Administrativa e organizacional da FPTP

IV – Aperfeiçoar as políticas de formação, certificação e ingresso no Esporte do Tiro

1 – Fortalecer a expansão dos Cursos básicos e acompanhar os programas de Treinamento, certificação e habilitação para o esporte do Tiro

2 – Acompanhar o desenvolvimento dos cursos avançados, subsidiando a formação dos competidores de ponta durante os primeiros dois anos

3 – Criar Comissão de Ensino e Aperfeiçoamento da prática do IPSC – Tiro Prático

4 – Aperfeiçoar os critérios de elaboração das provas, com uma visão projetada para os Campeonatos Internacionais

5 – Estimular a participação de novos esportistas ns provas Estaduais, Nacionais e Internacionais

V – Manter e aperfeiçoar programas de preparação, treinamento, atualização técnica dos competidores, visando o ranking Nacional e Mundial

1 – Criar comissão preparatória de competidores para provas Nacionais e Regionais, com representantes dos Clubes filiados

 2 – Criar estrutura profissional de instrutores do IPSC no âmbito da FPTP

3 – Promover parcerias com outras Federações, CBTP e outras entidades Internacionais na realização de eventos

4 – Promover, NO MÍNIMO 4 Campeonatos Regionais da FPTP além do Campeonato Estadual

5 – Estimular a realização de eventos de caráter Nacional no Estado de São Paulo, compatibilizando com a agenda da FPTP

VI – Participar da elaboração e implementação de Políticas públicas para o esporte do Tiro

1 – Promover participação da FPTP na articulação política interinstitucionais visando os assuntos de interesse do esporte do Tiro

2 – Participar ativamente na elaboração e implantação dos instrumentos normativos produzidos pelo Ministério do Exército – DFPC

3 – Colaborar nas ações desenvolvidas pelo Ministério da Justiça – Polícia Federal – visando coibir ações ilegais de falsos esportistas

4 – Fortalecer a relação e definir ações cooperativas na ação Legislativa Municipal, Estadual e Federal, envolvendo o Esporte do Tiro e as Atividades esportivas

5 – Atualizar permanentemente os associados sobre as alterações nas disposições e obrigações legais

6 – Buscar parcerias de cooperação técnica, científica e financeira para investimento no desenvolvimento das atividades esportivas e no aprimoramento competitivo dos esportistas

7 – Assessorar os CLUBES para o aproveitamento de mecanismos viáveis de aproveitamento dos incentivos públicos ao esporte do Tiro

VII – Ampliar a participação e a colaboração Internacional

1 – Definir e implementar projeto de participação e colaboração com Confederações, Federações e Clubes Latino-Americanos

2 – Desenvolver ações para ampliar a indicação Brasileira no âmbito da IPSC

3 – Participar das provas Mundiais, Européias, Panamericanas e outras

VIII – Aperfeiçoar os mecanismos de gestão Administratia- Financeira

1 – Elaborar política de gestão administrativa e financeira da FPTP, com planejamento e metas para a ampliação dos recursos, tanto provenientes do aumento do número de federados, como por obtenção de apoios e patrocínios

2 – Implantar sistema informatizado para o controle e acompanhamento administrativo-financeiro dos recursos adicionais, de sua arrecadação e aplicação

3 – Viabilizar a instalação de endereço “filial” em São Paulo-SP – “Administração Virtual”, visando apresentação e reuniões com entidades, políticos, autoridades etc.

4 – Planejar anualmente a aplicação dos recursos destinados ao desenvolvimento das ações definidas, dentro dos objetivos estabelecidos

IX – Fortalecer mecanismos de defesa e valorização da atuação do Esporte do Tiro

1 – Apoiar e incentivar o trabalho de outras modalidades do Tiro, do MVB, das publicações especializadas e todos os que se manifestam em defesa do Esporte do Tiro

2 – Criar Comissões de Defesa do Esporte na FPTP e nos Clubes

3 – Criar mecanismos de defensoria Jurídica no âmbito da FPTP

4 – Valorizar a certificação técnica expedida pelos Clubes e pela FPTP como porta única de ingresso para a prática esportiva

X – Criar e implementar o movimento IPSC – TIRO PRÁTICO JOVEM

1 – Estimular a participação dos jovens na vida esportiva do Tiro Prático

2 – Desenvolver atividades divulgadoras e instrutivas junto a comunidade esportivas e academicas (Faculdades, Escolas Técnicas, Adaemias, Clubes de arco e Flexa etc.)

 

ODILON SOARES

55  11    9274-4972  almeidasoares@assessosc.com.br

 

INFORME-SE.