Skip to content

Categories:

O ESTADO, A NAÇÃO, DICOTOMIA

AS NENHUMAS PROPOSTAS DA CAMPANHA PRESIDENCIAL

Com sua capa sem preenchimento, em branco, sob a manchete “As grandes propostas para o Brasil na campanha presidencial:”  e a “Carta ao Leitor” da página 13, a revista veja se refere ao “O brasileiro esquecido” informando que “Os candidatos ocuparam o tempo deles e o nosso tentando demonstrar como atenderiam às demandas de grupos de pressão específicos da sociedade, sem mergulhar a fundo no que realmente interessa a todos os brasileiros: a eliminação das distorções estruturais que limitam o desenvolvimento do país.”

Ora, é fácil explicar, a não democracia do Brasil onde o voto obrigatório serve apenas para legitimar o “ARRANJO POLÍTICO”  que privilegia e mantem o “status quo” dos grupos oligarquicos dominantes, nada tem a ver com a Nação Brasileira, mas sim, justamente, com os grupos de pressão específicos da sociedade, esses sim os donos desse país. Daí o interesse em atender suas demandas.

No “ARRANJO POLÍTICO” que governa o Brasil, na enganação da Nação Brasileira e da Democracia, os “puxadores de votos” são peças importantes para garantir o poder oligárquico. Verdadeiro estelionato eleitoral, os partidos se aproveitam da boa fé e ingenuidade de pessoas que atraídas pelo “canto das sereias” se colocam como candidatos – verdadeiras “buchas de canhão”- para atender o oculto objetivo de trazer os votos dos seus familiares, amigos e colegas do trabalho, para, na verdade, eleger os que  interessam ao partido.  Esse sistema perverso,  em que se atira num nome e se acerta em outro é fraudulento, contraria a democracia e ilude a Nação Brasileira.

E ainda existem os “puxadores profissionais de votos” que, como o fenomemo Tiririca, garantem a permanencia das excrecências da Nação Brasileira que tal e qual tumores malignos sugam o sangue de nosso povo. Roberto Pompeu de Toledo, na revista Veja, comentou quanto a isso que “São as artimanhas do voto proporcional tal qual adotado no Brasil, o mais perverso dos modos de compor uma casa  legislativa” , e ainda  que: “Tiririca na frente. Apurados os votos – surpresa! -, Valdemar Costa Neto salta do esconderijo e aboleta-se na cadeira parlamentar.” Vemos então uma das estrelas do escândalo do mensalão tomar posse, legalmente eleita pelo ARRANJO POLÍTICO da DEMO…CRACIA do Brasil. Eleito sim mas pelos votos destinados ao TIRIRICA. Junto com o Valdemar vários outros “do partido” foram eleitos graças aos votos destinados ao TIRIRICA.

Segundo ainda reportagem da revista Veja, TIRIRICA teria sido contratado pelo partido pela bagatela de R$ 400.000,00, para ser cúmplice e partícipe do ARRANJO POLÍTICO que engana a Nação Brasileira e a Democracia. Outros nomes, antes do Tiririca, procurados pelos “HEADHUNTHERS” do partido, recusaram os “convites”.

A dicotomia entre o ESTADO do BRASIL e a NAÇÃO BRASILEIRA é enorme. A NAÇÃO vota mas não é dona do MANDATO, esse é de propriedade privada da CLASSE POLÍTICA E PARTIDOS, segundo a interpretação deles mesmos. O eleitor não tem nada a ver com isso, apenas é OBRIGADO a votar pois assim legitima o ARRANJO POLÍTICO. Mostrando ao mundo a maciça participação, OBRIGATÓRIA, da Nação Brasileira, o Brasil parece ser uma democracia, enquanto na verdade não é.

É o meu Ponto de Vista

ODILON SOARES

odilonsoares@odilonsoares.com

INFORME-SE.